Agora o rio corre calado

Vídeo. Fotos. Textos. Storyboard.
O especial mostra como o maior crime socioambiental do país matou a fé de um povo. Os krenak acreditavam no sagrado Rio Doce,  chamado de Uatu conforme a tradição indígena. Dois anos depois do rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, os rituais hoje são lições em sala de aula. Em referência à cosmovisão krenak, a reportagem usa recursos de documentário de animação, sobre a narrativa tradicional indígena, com ilustrações de Marcelo Lélis e animação de Larissa Kümpel. Veja o especial web completo. Veja aqui a edição impressa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s